A Convenção

Uma Agenda para o Ensino Superior em Portugal

Desafios do Futuro

As sociedades contemporâneas vivem tempos de mudanças aceleradas e complexas, as quais se manifestam em múltiplos desafios – económicos, tecnológicos, ambientais, demográficos ou culturais. Qualquer destes desafios coloca em evidência a importância do conhecimento para compreender a sua complexidade e identificar formas inovadoras e sustentáveis de os superar. Múltiplos atores têm reconhecido a relevância do ensino superior neste contexto de mudança, seja pelo seu contributo na qualificação das sociedades, seja pelo seu papel na produção e disseminação de conhecimento para compreender e enfrentar aqueles desafios. Se o Futuro requer uma aposta no conhecimento, não há conhecimento sem um sistema de ensino superior forte e dinâmico.

Muitos países do espaço da OCDE estão a dedicar uma atenção particular ao reforço dos seus sistemas de ensino superior. Esta valorização política e social do ensino superior tem-se consubstanciado em programas de desenvolvimento de longo prazo, acompanhados da generalização de mecanismos de avaliação da qualidade e do reforço significativo dos recursos para este sector. Portugal não pode ficar fora deste movimento. É, por isso, urgente promover um debate público sobre a importância e as missões do Ensino Superior no nosso país, bem como os instrumentos que permitam o seu fortalecimento. 

Pensar o Ensino Superior em Portugal exige perspetivar o Futuro e o posicionamento de Portugal na Europa e no Mundo, numa estreita interação entre o sistema de ensino superior e atores públicos e privados. Nesta reflexão cabem temas prementes como as novas dinâmicas de transformação digital e de criação de emprego qualificado, de abertura à sociedade e ao Mundo, bem como aspetos estruturantes como a coesão territorial ou a criação de oportunidades de mobilidade socioeconómica. 

Com o objetivo de contribuir para este propósito, o CRUP irá organizar uma Convenção Nacional do Ensino Superior. Esta convenção será aberta a todos os que acreditam na importância deste setor e o resultado desta reflexão traduzir-se-á numa “Nova Agenda estratégica para o Ensino Superior em Portugal”, visando fortalecer o sistema de ensino superior e assegurar a continuidade do seu contributo para um país mais próspero, mais qualificado e mais justo.